Estudo para as Células

02/09/2014

Estudos Setembro

VOCE ENCONTRA OS ESTUDOS PARA O MÊS DE SETEMBRO LOGO ABAIXO.

TENHAM TODOS UM MÊS ABENÇOADO. OREM PELOS INTEGRANTES DA CÉLULA:


- PELO ENCONTRO COM DEUS NO FINAL DESTE MÊS!

- PARA SEREM EDIFICADOS/AS,

- TENHAM EM VISTA A MULTIPLICAÇAO, PARA A GLÓRIA DO SENHOR!

- Não se esqueça de reunir-se com seu/sua líder!


Escrito por Pastor Fabio às 09h09
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 01 de Setembro

 

Gente Simples

 

LÍDER DE CÉLULA: o objetivo desta meditação é destacar que andar com deus é simples. Escolha um destes pontos e conte sua experiencia.

 

Texto Bíblico: Mateus 5.5 -Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.

 

Quebra-gelo: quanto + simples, + inocente, + ingênuo, +++ milagres!

 

Introdução

Poucas pessoas separam tempo para ler as regras de tudo aquilo que assinam, e por uma boa razão. De fato, as leis se tornaram tão complexas que até mesmo os especialistas têm dificuldade para processar todos os regulamentos. É penoso de tão complexo. No começo de 2005, Doug Heckman resolveu ler um contrato. No meio das cláusulas, encontrou algo estranho - um prêmio de mil dólares. Entrou em contato com a empresa de softwares PC Pitstop, responsável pelos termos, e recebeu o prêmio. O problema: foram precisos 5 meses e 3 mil cadastros para que alguém percebesse a brincadeira.

 

Desenvolvimento

Os antigos líderes de Israel faziam o mesmo em seu relacionamento com Deus. Eles o tornaram complexo demais com muitas leis. A crescente carga de regras religiosas tinha aumentado a ponto de que mesmo um especialista na lei de Moisés lutava para entender sua essência. Mas os evangelhos nos convidam à simplicidade.

 

1)- Jesus exalta a simplicidade dos “marmanjos”

Lucas 10.21- Naquela hora, exultou Jesus no Espírito Santo e exclamou: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos.

Jesus Cristo tinha uma paciência sem fim com as pessoas simples, mas paciência zero com os soberbos, que ele chamava de “sábios e entendidos”. Aqueles homens descritos nos textos bíblicos obedeceram o mandamento do Senhor para pregar. Foram com alegria e voltaram felizes por terem pregado a Palavra de Cristo. Por terem o coração simples e humildes, puderam testemunhar o poder de Deus na vida das outras pessoas.

 

2)- Jesus descomplica o acesso ao nosso Pai

Lucas 10.25-28 E eis que certo homem, intérprete da Lei, se levantou com o intuito de pôr Jesus à prova e disse-lhe: Mestre, que farei para herdar a vida eterna? ... Então, Jesus lhe disse: Respondeste corretamente; faze isto e viverás.

Os dez mandamentos foram transformados em 613. Quando um daqueles líderes perguntou a Jesus qual era o mandamento mais importante, o Senhor respondeu: com sabedoria, deixando muito simples o acesso ao Pai. Ele mostra que nada há de complicado em ser um filho/a de Deus que anda feliz em sua companhia. Ele chama a todos nós para termos esse relacionamento com ele. Simples como uma criança; ousados como loucos andantes.

 

3)- Ele nos chama para sermos simples como uma criança

Mateus 18.3-4 E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no reino dos céus.

Observe as crianças conversando e brincando: sem preocupações com o amanhã, contentes com qualquer caixa de papelão que dê para inventar algo e assim passam os dias. Muitos adultos estão sofrendo com nervosismo e depressão por não poderem mais viver uma vida simples, porque complicaram tudo. Para desfrutar os benefícios do Reino de Deus e seus milagres, é necessário tornar-se simples e descomplicado. Se você está dizendo que as crianças são assim porque “não tem contas a pagar”, saiba que tem muitos adultos que tem mais contas do que dinheiro mas conseguem viver felizes. Esses colocaram sua confiança  em Jesus Cristo. Você também pode ser assim se entregar-se agora a Cristo.

 

Conclusão

 

A lei de Moisés era muito pesada, mas a fé em Cristo é simples e Seu “jugo é suave” (Mateus 11:30). É leve porque Deus está disposto a nos perdoar e amar. Agora o Senhor nos capacita a amar a Ele e ao nosso próximo. O amor de Deus em nosso coração nos enche de amor por Ele e por outros.


Pr Fabio Alcantara


Escrito por Pastor Fabio às 09h08
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

 

Semana de 08 de Setembro

 

Mais do que merecemos

 

Texto Bíblico: Salmo 103:6-18 

Não nos trata segundo os nossos pecados, nem nos retribui consoante as nossas iniquidades. —Salmo 103:10

 

Quebra-gelo: Por quê Jesus Cristo deixaria você entrar no céu?

 

Introdução

Algumas vezes quando as pessoas perguntam como estou, respondo: “não como gostaria, mas estou melhor do que mereço.” Lembro-me de uma pessoa bem intencionada dizendo: “Não, você merece muito”, e eu respondi a ela: “Na verdade não.” Estava pensando no que realmente mereço — a punição pelos meus pecados. Esquecemo-nos muito facilmente do quanto somos pecadores, inclusive no íntimo de nosso ser. Julgarmos nós mesmos melhores do que deveríamos diminui em nossa consciência a profunda dívida que temos com Deus por Sua graça. Diminui o preço pago por nosso resgate.

 

Desenvolvimento

Considerando quem somos à luz de um Deus santo e justo, a única coisa que realmente merecemos é o inferno. Isto é o que muita gente acredita de fato, por isso consideram-se impossibilitados de seguir uma vida “religiosa” adequada. Sentem vergonha das suas vidas e por isso desistiram da vida santa e se acostumaram com a ideia de viverem no inferno. Mas a Bíblia diz que há possibilidade de reversão.

 

1)- Para as pessoas é impossível

Salmo 103.10 - Não nos trata segundo os nossos pecados, nem nos retribui consoante as nossas iniqüidades.

Marcos 10.27 - Jesus, porém, fitando neles o olhar, disse: Para os homens é impossível; contudo, não para Deus, porque para Deus tudo é possível.

Por Mais maldosas que são as pessoas e imersas em erros, Deus não nos trata como merecemos porque não temos condições de conserto. É Ele quem nos proveu o conserto através de Jesus Cristo. Se nos tratasse conforme nossas iniquidades, estaríamos mortos! Mas Jesus foi nosso salvador: Isaías 53.5 -  Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Com isto, você pode ter esperança e se desejar, já tem a benção de Deus para a vida eterna! Para Deus tudo é possível!

 

2)- Ele esquece nossas iniquidades

Salmo 103.11-12 - Pois quanto o céu se alteia acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Quanto dista o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.

Romanos 4.7-8 - Bem-aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas, e cujos pecados são cobertos; bem-aventurado o homem a quem o Senhor jamais imputará pecado.

 

Por quê Ele se esquece? Por causa da morte de Jesus Cristo na cruz. Assim como os jogadores ganham uma partida de futebol e logo todos os seus torcedores também ganham, assim foi a nossa morte com Cristo na cruz. Se a pena pelo pecado era a morte, então estamos quites com a Lei, porque morremos com Cristo ali na cruz. Assim Deus te declara justo e apaga os seus pecados. Agora você é livre para andar com Deus. Quer isto para a tua vida? Receba Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, e seja livre para sempre.


Escrito por Pastor Fabio às 09h07
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

continua... 

3)- Ele conhece nossa estrutura

Salmo 103.13-14- Como um pai se compadece de seus filhos, assim o SENHOR se compadece dos que o temem. Pois ele conhece a nossa estrutura e sabe que somos pó.

Se para as pessoas é impossível ser salvas e se Deus se esquece do nosso passado, isto é porque Ele conhece nossa estrutura e sabe que nada somos e de nada somos capazes. Então como um pai se compadece dos seus filhos e jamais os abandona (o que pelo menos deve ser), assim é nosso Pai que nos dá a possibilidade da vida plena pela sua graça. Por isso não podemos merecê-la, mas somente recebê-la. Se houver 1% de merecimento, certamente não haverá 99% de graça. Pois ela só será 100% favorável para aquele que é 100% indigno. Não há graça salvadora para as pessoas justas e retas, já que a sua ação está voltada única e exclusivamente para aqueles que são de fato detestáveis. Quanto pior somos, maior o amor de Jesus Cristo.

 

Conclusão

Conhecendo-nos pelo que somos, não podemos evitar dizer: “A graça eterna que veio nos libertar!” Ele nos dá muito mais do que merecemos. Se Deus nunca fizer nada mais além de ter nos redimido, Ele já fez mais do que merecemos.

 

 

Pr. Fábio Alcântara 


Escrito por Pastor Fabio às 09h06
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

 

Semana de 15 de Setembro

 

 

Pontes Vivas

 

 

Leitura: Jeremias 17.5-10

Bendito o homem que confia no Senhor e cuja esperança é o Senhor. —Jeremias 17.7

 

Quebra-gelo: Qual foi a última pessoa, famosa ou não, que te decepcionou?

 

Introdução

Vivemos na era da idolatria. Todos têm um cantor preferido, ator ou jogador. Esses ganham milhões por causa da admiração alheia. Não à toa isto torna-se uma idolatria.

 

Desenvolvimento

Jeremias estava anunciando a destruição que viria por causa da idolatria de Judá.  Eles se esqueceram de Deus. Confiavam em si mesmos, nos poderosos da época. Por isso, Deus estava muito irado, pois se esqueceram dele e estavam destruindo a si mesmos. O texto acima ensina algumas coisas importantes:

 

1)- Não confiar no ser humano

Jeremias 17.5-6 Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR! Porque será como o arbusto solitário no deserto e não verá quando vier o bem; antes, morará nos lugares secos do deserto, na terra salgada e inabitável.

As pessoas que colocam sua confiança em outros seres humanos, vivem frequentemente com a sensação de instabilidade. A Bíblia as compara a arbustos do deserto, que frequentemente são mal nutridos e solitários (v.6). É o mesmo que acontece com a vida espiritual das pessoas que abandonam a Deus.

Quando confiamos nas pessoas, ficamos dependentes, escravos e mendigos emocionais. Nada pior do que depender do favor dos outros, que nos tratam conforme seus interesses para depois requerer a cobrança. A estes o Senhor chama de malditos. Você tem se decepcionado com alguém? Está na hora de focar a pessoa certa: Jesus Cristo.

 

2)- Transferir a confiança para Jesus Cristo

Jeremias 17.7-8 Bendito o homem que confia no SENHOR e cuja esperança é o SENHOR. Porque ele é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se perturba, nem deixa de dar fruto.

A Bíblia compara a pessoa que confia em Deus a uma “… árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro…” Por suas raízes serem bem nutridas, esta árvore sobrevive a temperaturas elevadas. E, durante a seca, continua a produzir frutos.

Como uma árvore firmemente enraizada, as pessoas que confiam em Deus sentem a estabilidade e a vitalidade, apesar das piores circunstâncias. O Senhor não nos desaponta e não requer pagamento pelos seus favores. Com Ele não há decepção porque nunca promete nada que não esteja a fim de cumprir porque sua vontade está expressa na Bíblia, e oramos segundo Sua vontade. Então deposite sua confiança nEle quando as tempestades vierem.

 

As pessoas que vivem na cidade de Cherrapunji, na Índia, desenvolveram uma forma singular de atravessar os muitos rios e córregos em suas terras. Elas fazem crescer pontes a partir das raízes de seringueiras. Estas “pontes vivas” levam entre 10 e 15 anos para amadurecer, mas uma vez crescidas, tornam-se extremamente estáveis e duram centenas de anos.


Escrito por Pastor Fabio às 09h05
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula... continua

3)- Semeie em solo fértil

Jeremias 17.9-10 Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? Eu, o SENHOR, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos; e isto para dar a cada um segundo o seu proceder, segundo o fruto das suas ações.

A idolatria é confiar em alguém limitado como nós. Confiar em outro ser humano para o nosso bem estar é entregar o coração corrupto e fraco como nós. Por isso temos a benção de sermos instruídos em confiar em Jesus Cristo, que nos fortalece e tem tudo sob controle. Alguém fraco é que semeou em solo frágil e fraco como si mesmo. Se o fruto da nossa confiança for Cristo, estaremos seguros; se for outras pessoas iremos cair juntos. O importante é confiar plenamente em Jesus Cristo.

 

Conclusão

Onde estão as nossas raízes? Estamos enraizados em Jesus? (Colossenses 2:7). Somos uma ponte que leva outros a Ele? Se conhecemos Cristo, podemos testemunhar esta verdade: Bem-aventurados são aqueles que confiam no Senhor. Nem mesmo as fortes provações conseguem derrubar quem está enraizado em Deus.

 

 

 

Pr. Fábio Alcântara 


Escrito por Pastor Fabio às 09h04
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 22 de Setembro

 

O latido do leão

 

Texto bíblico:

Provérbios 22:1 – Mais vale o bom nome do que muitas riquezas

 

Quebra-gelo: você já comprou “gato por lebre”?

 

Introdução

Os visitantes de um zoológico ficaram horrorizados quando o “leão africano” começou a latir em vez de rugir. Os funcionários do zoológico disseram que tinham disfarçado de leão um cão de porte grande da raça mastim tibetano por não terem condições de comprar um leão de verdade. Não é necessário dizer que a reputação do zoológico ficou manchada, e que as pessoas pensarão duas vezes antes de visitá-lo.

 

Desenvolvimento

A reputação é frágil; uma vez prejudicada, é difícil restaurá-la. É comum sacrificar a boa reputação no altar do poder, do prestigio ou do lucro. Esta também poderia ser a nossa história. Deus está nos dizendo do que devemos dar o verdadeiro valor a quem somos não ao que temos.

 

1)- Precisamos demonstrar nosso caráter

Efésios 4.1,17 - Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados,  Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos,

O filósofo grego Sócrates disse: “A maneira de conquistar boa reputação está em se esforçar para ser aquilo que se deseja parecer”. Como discípulos e discípulas de Jesus, carregamos o Seu nome. Por causa de Seu amor por nós, lutamos para caminhar dignamente para Ele, refletindo Sua imagem em nossas palavras e ações. Não podemos estar em contato com Jesus Cristo por meio da igreja e sermos pessoas reprováveis. Muitas pessoas que não servem a Jesus tem melhor caráter do que muitos crentes.

Nestas eleições, devemos mostrar nosso caráter também na internet. Muitos colocam fotos e compartilham mentiras acerca de candidatos. Os crentes não podem “curtir” ou “compartilhar” tais coisas. Guarde sua revolta para a hora do voto, mas não dê mal testemunho. Não sejamos piores do que os “sem fé salvadora”. Que não seja assim conosco.

 

2)- A prática do bem envergonha os insensatos

1 Pedro 2.15 - Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos;

Muitas pessoas não sabem como proceder diante das crises. Todos passam por elas e muitas vezes erramos no dia a dia. Mas quando falhamos, Ele nos levanta novamente pelo Seu amor. Por meio do nosso exemplo, os outros que nos cercam serão levados a louvar ao Deus que nos redimiu e nos transformou (Mateus 5.16) – porque o nome do Senhor é digno de glória, honra e todo o louvor. A reputação impecável é o tesouro mais puro que a vida finita concede (Shakespeare). Não podemos nos assemelhar aos que não praticam o evangelho nas coisas básicas da vida. Ao invés de roubar, vamos ser generosos; ao invés de mentir, falemos a verdade; ao invés de nos vingar, vamos amar. Desta forma, a Bíblia diz que pela prática do bem, os insensatos ficam envergonhados. 2 Coríntios - 11.19   Porque, sendo vós sensatos, de boa mente tolerais os insensatos.

 

3)- A obediência mostra de quem somos

Mateus 7.21 - Nem todo o que diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.

O melhor juízo para avaliar uma vida espiritual, não é seu enlevo ou arrebatamento, mas sua obediência voluntária. No cristianismo autêntico, a fé e a obediência são sinônimas. O destaque da fé salvadora não incide em quanto você acredita, mas em como você age em relação ao que você crê. Como afirma J. Blanchard, a obediência não é a essência de um relacionamento correto com Deus, mas a evidência desse relacionamento.  Você crê o suficiente para obedecer? Deseja isto?

 

Conclusão

O reverendo Vance Havner costumava sustentar o seguinte ponto: carregar a cruz e obedecer aos mandamentos do Senhor são cláusulas que não estão anotados no rodapé do documento, com letras minúsculas que carecem de lupa, mas escritas em negrito, bem na capa do contrato. Cristianismo é obediência, mas obediência em amor, brandura e contentamento.

 

 

 

Pr. Fábio Alcântara 


Escrito por Pastor Fabio às 09h03
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

 

Semana de 29 de Setembro

 

Seguir em frente

 

Texto Bíblico:

 Hebreus 10.32-39

Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. (35-36)

 

 

Introdução

Muitos cristãos estão sendo perseguidos no Iraque e em alguns países próximos. Eles estão sendo mortos e expulsos de sua terra. É chocante a imagem de uma mãe desesperada ao ver sua filha morta por um tiro na sua frente, sendo consolada por um soldado. Talvez essa não seja uma situação de sofrimento que você esteja passando, mas em todas elas precisamos conservar a intimidade com Deus para permanecermos fortes.

 

 

Desenvolvimento

O autor de Hebreus insistiu que seus leitores se lembrassem da coragem que os primeiros cristãos demonstraram no início da caminhada com Jesus Cristo (10.32,33). Apesar dos insultos públicos e perseguições, eles ajudavam os cristãos presos e alegremente aceitaram o confisco de suas propriedades (vv.33,34). Assim como eles, nós também passamos por muitas dificuldades, mas são bem menores do que aquelas. Tendo isso em mente, ele afirma:

 

1)- Tenhamos perseverança

Hebreus 10.35-36 - Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa.

Os primeiros cristãos suportaram privações e até a morte por causa de Cristo. Ele era o seu maior tesouro, por isso o sofrimento presente era secundário para eles. Mas certamente alcançaram a promessa. Se você colocar sua confiança em Jesus, certamente terá força necessária para superar os obstáculos. Para isso persevere no caminho da fé e aguarde pelo galardão, que é a concretização daquilo que você espera. Quem persevera desfruta dos benefícios. Alguém disse: Transporte um punhado de terra todos os dias e terá uma montanha.

 

 

2)- Ele tem o momento certo

Hebreus 10.37 - Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará;

Chesterton dizia: Uma das grandes desvantagens de termos pressa é o tempo que nos faz perder. No mundo imediatista em que vivemos, o desespero é marca dos que não sabem esperar e crer que, enquanto se espera, a companhia de Jesus Cristo se faz presente. Ele está conosco e no momento certo sua mão agirá a favor dos que nele esperam.  Isaías 30.18   Por isso, o SENHOR espera, para ter misericórdia de vós, e se detém, para se compadecer de vós, porque o SENHOR é Deus de justiça; bem-aventurados todos os que nele esperam.  Se você está aprendendo a esperar no Senhor, terá uma vida liberta.

 

 

3)- Não volte atrás

Hebreus 10.38-39 - todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.

Muitas das falhas da vida acontecem quando as pessoas não percebem o quão perto estão quando desistem. Na vida de fé também é assim: muita gente desiste no deserto, a um metro da fonte de água. Jesus Cristo tem prazer nos que ficam firmes e olham para Ele quando as situações assim requerem. Seja contado/a entre os que são da fé. Esses começam a andar com firmeza porque sabem da constante companhia de Cristo nas suas vidas.

 

 

Conclusão

É o poder de Deus que nos capacita a continuar em nossa jornada de fé. Recordar a fidelidade do Senhor no passado estimula nossa confiança nele hoje. Confiar na fidelidade de Deus desperta a nossa confiança.

 

 

 

Pr. Fábio Alcântara 


Escrito por Pastor Fabio às 09h03
[] [envie esta mensagem] []


05/08/2014

VOCE ENCONTRA OS ESTUDOS PARA O MÊS DE AGOSTO LOGO ABAIXO.

TENHAM TODOS UM MÊS ABENÇOADO. OREM PELOS INTEGRANTES DA CÉLULA:


- PELO ENCONTRO COM DEUS EM SETEMBRO

- PARA SEREM EDIFICADOS/AS,

- TENHAM EM VISTA A MULTIPLICAÇAO, PARA A GLÓRIA DE DEUS E TAMBEM O ENCONTRO COM DEUS EM Setembro!

- Não se esqueça de reunir-se com seu/sua líder!


Escrito por Pastor Fabio às 15h58
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 04 de Agosto

 

Primeiro Ladrão da Alegria:

As Circunstâncias

 

Texto Bíblico:

…aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. —Filipenses 4.11

 

Introdução

Boécio viveu na Itália do século seis e serviu à corte real como político altamente qualificado. Infelizmente, caiu em desgraça com o rei. Ele foi acusado de traição e preso. Enquanto aguardava a execução, pediu materiais para escrever, para poder compor suas reflexões. Mais tarde, estas se tornaram um clássico espiritual sobre a consolação.

Quando Boécio estava na prisão, ponderando sobre suas perspectivas sombrias, sua fé em Cristo inspirou-o: “Nada é miserável, exceto o que se pensa ser assim; e por outro lado, toda classe social é feliz se quem nela estiver, se contentar.” Ele compreendeu que é uma escolha pessoal a maneira como vemos as circunstâncias e o contentamento.

 

Desenvolvimento

O apóstolo Paulo reforçou a ideia de que a maneira como vemos as nossas circunstâncias é mais importante do que as próprias circunstâncias. Enquanto ele estava na prisão, também escreveu: “… aprendi a viver contente em toda e qualquer situação” (Filipenses 4.11). Esses dois homens conseguiam se contentar porque a sua satisfação final encontrava-se em Deus, que nunca muda.

 

1)- Tenhamos uma mente integral

Provérbios 23.7 - Porque, como imagina em sua alma, assim ele é; ele te diz: Come e bebe; mas o seu coração não está contigo.

Quando possuímos uma mente integral, olhamos para as circunstancias como se fossem oportunidades concedidas por Deus para o avanço do Evangelho e nos alegramos  no que Ele vai fazer, em vez de nos queixarmos acerca do que Deus não fez! Qual era o segredo dessa alegria? Por outras palavras, o segredo da alegria cristã encontra-se no modo de pensar do crente — nas suas atitudes. Afinal de contas, a perspectiva determina o resultado. Como pensamos, assim somos (Prov. 23:7). A Epístola aos Filipenses é pois um livro de psicologia cristã, com bases sólidas na doutrina bíblica.

 

2)- Concentre-se nas situações que alimentam seu Espírito

Filipenses 4.8   Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

Abismo chama abismo. Nós alimentamos um espírito de alegria quando nos concentramos nas coisas boas e não fixamos as ruins. Paulo não se fixava nas pessoas que lhe trouxeram sofrimento, mas naquelas que O chamavam para tomar um chimarrão. Assim somos também. Não fique alimentando mágoa, mas concentre-se no poder de Deus.

 

3)- Torne Cristo conhecido nas suas crises

Filipenses 1.20-26 - segundo a minha ardente expectativa e esperança de que em nada serei envergonhado; antes, com toda a ousadia, como sempre, também agora, será Cristo engrandecido no meu corpo, quer pela vida, quer pela morte. Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro.

Será que Cristo precisa de ser engrandecido? Afinal de contas, como é que um mero ser humano poderá engrandecer o Filho de Deus? Bem, as estrelas são muito maiores do que o telescópio e, contudo, este torna-as grandes e trazê-las para mais perto. O corpo do crente deve ser um telescópio que traz Jesus Cristo para junto das pessoas. Para o indivíduo em geral, Cristo é uma figura confusa na história e que viveu há séculos. Mas quando um não-salvo observa a maneira como um crente atravessa um período de crise, ele pode ver Jesus engrandecido e trazido para mais perto dele. Para o cristão que possui uma mente simples, Cristo está conosco aqui e agora. Testemunhe a presença de Deus para os outros.

 

 

Conclusão

Você está preso a circunstâncias difíceis? Deus pode lhe dar contentamento. A satisfação duradoura só pode ser encontrada nele, porque em Sua “…presença há plenitude de alegria, [em sua] destra, delícias perpetuamente” (Salmo 16.11). Quando tudo o que você tem é Deus, você tem todo o necessário.

 

Por

Fábio Alcântara


Escrito por Pastor Fabio às 15h57
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 11 de Agosto

 

Segundo Ladrão da Alegria:

As pessoas

 

Texto Bíblico: Tiago 3:1-12

… a língua é fogo; é mundo de iniquidade; […] põe em chamas toda a carreira da existência humana… —v.6

 

Introdução

O fogo grego era uma solução química utilizada nas guerras da antiguidade pelo Império Bizantino contra os seus inimigos. Segundo uma fonte on-line, o fogo foi desenvolvido por volta do ano 672 d.C. E tinha um resultado devastador, especialmente em guerras marítimas porque podia queimar sobre as águas. Que tipo de fogo era este tal fogo grego? A verdadeira composição química permanece um mistério. Era um tipo de armamento militar tão valioso que a fórmula foi mantida em segredo absoluto — e foi perdida nas devastações da história. Hoje, os pesquisadores continuam tentando replicar essa antiga fórmula, mas sem sucesso.

 

Desenvolvimento

Contudo, uma das fontes de destruição catastrófica entre os cristãos não é um mistério. Tiago nos diz que a origem da ruína em nossos relacionamentos é, com frequência, um tipo de fogo muito diferente. Ele escreveu, “… a língua é fogo; é mundo de iniquidade; a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro…” (Tiago 3:6). Essas palavras fortes nos lembram de como a imprudência com as palavras pode causar danos àqueles a nossa volta.

 

Combata esse ladrão da alegria como a Bíblia ensina:

1)- Seja humilde

Filipenses 2.3 - Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo.

O apóstolo Paulo viveu sendo perseguido o tempo todo pelas pessoas, mas ele se protegia tratando os outros superiores a si mesmos. Nossa luta vem quando queremos impor nossa vontade a todo custo. Quando descobrimos que isto é impossível, ficamos frustrados e azedos. Mas quando servimos os outros, temos nossa vida revolucionada, assim como Jesus Cristo fez. Ele não permitiu que os outros dirigissem suas vidas, porque estava servindo ao invés de ser servido.

 

2)- Imite Jesus Cristo

Filipenses 2.5 - Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,

Nossa fé se torna verdadeira quando passamos da teoria para a prática. Homens e mulheres de verdade3, com poder para viver são os que passam para uma fé totalmente prática: como Jesus foi, desejo ser. Nenhuma pessoa poderá tirar nossa alegria quando nos fizerem mal. Nenhuma também poderá tirar nossa alegria quando sofrem, porque nos colocaremos ao lado para socorrer.

O egoísta vive numa toca apertada demais, muito pequena e tão exclusivista que ele só consegue perceber a sua própria importância, descartando por completo o sofrimento alheio ocasionado pelas suas flechadas maldosas, atiradas sem dó, nem piedade. Todavia, não há saúde emocional para aqueles que se trancafiam nos muros altos da raiva amargurada, encastelando-se no rancor invisível a olho nu, que nunca desculpa as ofensas. Precisamos tirar a roupa de vitima e passar a sermos servos. A verdadeira vítima não é o agredido, mas o agressor. Ou passamos o resto da vida nos queixando das pessoas ou passamos a olhar as pessoas como dignas de paixão e misericórdia.

 

3)- Perdoe sempre

Efésios 4.32 - Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou.

O ódio escraviza. O perdão liberta. O ódio conduz ao tronco, mas o perdão ao trono. Há muita gente que se encontra refém dos sentimentos escravizadores do ódio, vivendo uma existência subalterna nos bastidores. Os ressentimentos evidenciam a presença insuportável de uma mágoa odienta no coração humano. Todo aquele que não perdoa os seus ofensores torna-se escravo amargurado do seu inimigo mais cruel, o seu ego cheio de direitos. Ninguém vive mais aprisionado do que aquele que apela para o sentimento de vingança. Perdoe e seja livre.

 

Conclusão

Em vez de criar um tipo de “fogo grego” verbal que pode destruir relacionamentos, famílias e igrejas, entreguemos nossas línguas ao controle do Espírito Santo e permitamos que nossas palavras glorifiquem ao Senhor. Para frear a sua língua, dê a Deus o controle de seu coração.

 

Por Fábio Alcântara


Escrito por Pastor Fabio às 15h57
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 18 de Agosto

 

Terceiro Ladrão da Alegria:

As Coisas

 

Texto bíblico: Filipenses 3

Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo. (8).

 

Quebra-gelo: Você sabe o que é disposofobia? Você acumula coisas?

 

Introdução

O papel do chiclete que seu namorado te deu no dia em que resolveram começar um relacionamento. O ingresso do primeiro filme que seu filho assistiu com você no cinema. Um botão de rosa que fazia parte do seu buquê da noiva. A sua primeira chave de fenda. Um pedaço de árvore que havia antes da sua casa ser construída. Para cada pessoa, um objeto vai ter valor sentimental único. Mas o que é lembrança e o que é apego?

Um estudo mostra que seres humanos têm a necessidade de se sentirem seguros, e a sensação de segurança pode vir tanto de bens materiais quanto de relacionamentos estáveis. Se as pessoas não se sentem amadas e aceitas pelos outros, dizem os cientistas, a importância das coisas aumenta. A estudiosa afirma: "Nós conduzimos duas pesquisas e o resultado básico encontrado nas duas é que, se você faz com que as pessoas se sintam seguras nas relações interpessoais, elas atribuem um valor menor a suas posses”, afirma Margaret Clark, autora do estudo e professora de Psicologia na Universidade de Yale. 

 

Desenvolvimento

O apóstolo Paulo sabia que as coisas eram prejudiciais à sua vida de fé. Preferiu perdê-las para ganhar. Mas ele ganhou muito mais do que perdeu. Os lucros eram tão emocionantes que Paulo considerou que todas as outras coisas não passavam de lixo quando comparadas com o que vem da fé.

 

1)- Ele abandonou tudo por causa de Cristo

Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo. (Filipenses 3.8).

Não admira que sentisse alegria, pois sua vida não dependia de coisas baratas deste mundo, mas dos valores eternos encontrados em Cristo. Paulo tinha uma mente espiritual e olhava para as coisas da terra do ponto de vista do céu. As pessoas que vivem para as coisas nunca são realmente felizes, porque têm que proteger constantemente os seus tesouros e vivem preocupadas, com medo de que eles se desvalorizem. Não acontece isso co m o crente que possui uma mente espiritual. Os seus tesouros em Cristo jamais poderão ser roubados e nunca desvalorizam.

 

2)- Ele não mais confiava em si mesmo

Filipenses 3.7 - Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo.

Paulo era um “puro sangue”. Bem nascido, bem criado, bem estudado e tinha um ótimo emprego. Mas ele descobriu que tudo Esso não satisfaria sua vida. Quando encontrou Jesus Cristo sua vida mudou. O importante é ser e não ter. Hoje as pessoas são mercadorias. Já criamos as crianças para o mercado de trabalho. Mas não podemos nos esquecer que para Jesus o importante são relacionamentos. Ele não tem nenhum compromisso com este mundo perdido. Muitos se agarram no seu status, ou quem é e o que têm para se afirmar. Mas esses são igualmente infelizes.

 

3)- Coisas tiram a alegria

Lucas 12.20-21 - Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus.

Não estamos pregando voto de pobreza ou de indolência. Você pode ter todas as coisas que sonhar, mas que essas coisas não possuam você, porque quando elas se forem, sua alma definhará! Conforme a Bíblia diz, o que importa é ser rico para com Deus. Quem coloca seu coração nas coisas é louco, pois nossa vida passa ligeiro. Mas quem tem Deus tem tudo! Basta orar! Foi assim com Jesus e foi isso que ele nos ensina. Experimente essa libertação lendo a Bíblia.

 

4)- Nossa pátria está nos céus

Filipenses 3.20 - Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo,

Alguém sabiamente disse: Não é tolo nenhum aquele que dá o que não pode conservar, para ganhar aquilo que não pode perder”! Paulo não era infeliz por causa das coisas porque sabia que sua verdadeira morada é onde está Jesus Cristo! O cristão é passageiro nesta terra. Quando vivemos nessa perspectiva, nada pode nos tornar infelizes. Você tem essa certeza? Se não tem, é hora de você entregar-se a Jesus e ter uma nova vida. Experimente essa libertação!

 

Conclusão

“Felicidade e paz são coisas que encontramos em nosso interior. Quem não entende isso está procurando estas sensações e nunca vai encontrá-las. Pessoas que estejam vulneráveis possuem mais dificuldade em encontrar um estado interno de felicidade”. O desapego é um ensinamento bíblico de extrema importância. Feche a porta para esse ladrão da sua alegria.

 

Por Fábio Alcântara


Escrito por Pastor Fabio às 15h56
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 25 de Agosto

 Quarto Ladrão da Alegria:

A Ansiedade

 

Texto bíblico: Filipenses 4

Filipenses 4.6-7 - Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.

 

Quebra-gelo: Quais coisas te deixam mais ansioso/a?

 

Introdução

Você já sentiu aquele friozinho na barriga quando algo importante estava prestes a acontecer? Ou então sentiu o coração bater mais forte quando se aproximou de alguém especial? Esses são sintomas da ansiedade, um dos transtornos emocionais   mais comuns atualmente. Ela pode ser apenas momentânea, mas, dependendo do grau, pode prejudicar as relações pessoais e até causar doenças.

Passar por momentos de ansiedade é normal, afinal essa é uma forma de o corpo reagir a situações que ele considera ameaçadoras. O problema é quando essa preocupação torna-se crônica, gera preocupação excessiva e prejudica as relações sociais, afetivas e profissionais. Ela pode, por exemplo, se desenvolver e tornar-se um transtorno de pânico, ou uma ansiedade generalizada.

 

Desenvolvimento

Para o cristão, a porta que fecha o ladrão da paz é a confiança em Jesus Cristo. Do ponto de vista espiritual, a preocupação é um pensamento e sentimento errados a respeito das circunstâncias, das pessoas e das coisas. A preocupação é o maior ladrão da alegria. No entanto não basta dizermos a nós mesmos para não se preocupar, porque isto não apanhará o ladrão. O antídoto contra a preocupação é uma mente segura na Palavra de Deus e na autêntica vida de fé. A bíblia nos ensina:

1)- Orar corretamente

Filipenses 4.6-7 - Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.

Sempre que nos sentirmos preocupados, a nossa primeira ação deve ser ficar a sós com Deus e adorá-lo. E reconhecer que ele é suficientemente grande para resolver os nossos problemas. Muitas vezes só nos aproximamos dele para apresentar problemas. Mas fique um pouco com ele em adoração.

Segundo a Bíblia, depois disso partilhe com Jesus Cristo suas necessidades. Das mais simples às mais complicadas. Conta de luz? Prestações? Dinheiro curto? Doenças? Apresente-as a Ele. Ele quer te ouvir. E em terceiro, gratidão. Certamente o Pai gosta de ouvir seus filhos e filhas dizerem: obrigado! Agradeça a Ele pelos milagres que ele irá operar na tua vida. Se as circunstâncias não mudarem, você mudará!

 

2)- Pense Corretamente

Filipenses 4.8 - Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

Já compartilhamos sobre isto, mas você tem praticado para ter uma mente sarada?  Há muitos anos atrás o Dr. Walter Cavert referiu-se a uma pesquisa sobre a preocupação e descobriu que só oito por cento das coisas com que as pessoas se preocupavam constituíam motivos legítimos de preocupação. Os outros 92 por cento ou eram imaginários, nunca tinham acontecido ou envolviam assuntos que de qualquer maneira estavam fora de controle das pessoas.

Paz envolve o coração e a mente. Pensamento errado produz sentimentos errados e não demora muito que o coração e a mente sejam rasgados e nos sintamos estrangulados pela preocupação. Temos que reconhecer que os pensamentos são reais e poderosos, pesados ou medidos. Warren Wiersbe afirma: Semeia um pensamento, colherás uma ação. Semeia uma ação, colherás um habito. Semeia um hábito, colherás um caráter. Semeia um caráter, colherás um destino! George Muller afirmava: O começo da ansiedade é o fim da fé. O que perdeu a fé semeou sem parar a preocupação.

 

3)- Viva corretamente

Filipenses 4.9 - O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco.

Viver corretamente é uma condição para necessária para se experimentar a paz de Deus e fechar a porta para esse Ladrão da nossa paz. Não basta termos fatos na cabeça. É preciso ter também as verdades em prática. No ministério de Paulo, ele não só ensinava a Palavra, mas também praticava, de maneira que seus ouvintes podiam ver a verdade na sua vida. Temos que aprender a palavra, ouvi-la e praticar. Alguém disse que a depressão é excesso de passado em nossas mentes. Ansiedade excesso de futuro. O momento presente é a chave para a cura de todos os males mentais. Então pratique a presença de Deus, no particular, na célula e naquilo que a igreja proporciona para fortalecer a tua fé.

 

Conclusão

Sêneca, dizia: Nada é tão lamentável e nocivo como antecipar desgraças. Ansiedade é sangrar pela ferida que ainda nem foi feita. Feche a porta da ansiedade entregando-se completamente a Jesus Cristo. Aprenda com ele: basta cada dia suas próprias preocupações, e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus (versículo 7)

 Por Fábio Alcântara


Escrito por Pastor Fabio às 15h56
[] [envie esta mensagem] []


15/07/2014

Julho

VOCE ENCONTRA OS ESTUDOS PARA O MÊS DE JULHO LOGO ABAIXO.

TENHAM TODOS UM MÊS ABENÇOADO. OREM PELOS INTEGRANTES DA CÉLULA:


- PARA SEREM FRUTIFEROS,

- PARA SEREM EDIFICADOS/AS,

- TENHAM EM VISTA A MULTIPLICAÇAO, PARA A GLÓRIA DE DEUS E TAMBEM O ENCONTRO COM DEUS EM Setembro!

- Não se esqueça de reunir-se com seu/sua líder!


Escrito por Pastor Fabio às 10h40
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 07 de Julho 

A bênção de doar

 

Texto Bíblico: Marcos 12.38-44 Porque todos eles ofertaram do que lhes sobrava; ela, porém, da sua pobreza deu tudo quanto possuía, todo o seu sustento. (44)

 

Quebra-gelo: Você tem o hábito de ajudar os outros?

 

Introdução

Gordon Cosby era pastor de uma igreja nos EUA. Ele conta a história de uma viúva cujo rendimento mal dava para alimentar e vestir seus seis filhos. No entanto, toda semana ela fielmente depositava uma pequena quantia no gazofilácio. Um diácono sugeriu que o pastor dissesse à mulher que usasse seu dinheiro em benefício de sua própria família.

Cosby aceitou esse conselho do diácono, para o próprio arrependimento. “Você está tentando tirar a última coisa que me dá dignidade e sentido”, disse a viúva. Ela tinha aprendido a essência de doar: pode ser mais benéfico para quem dá do que para quem recebe. Sim, aqueles em situação de pobreza precisam de ajuda financeira. Mas a necessidade de dar pode ser tão importante quanto a necessidade de receber.

 

Desenvolvimento

Na enchente que acometeu Guarapuava nesses dias, vimos grande demonstração de solidariedade. Isto certamente vem de vidas dedicadas ao Senhor.  Alguém disse: “vamos orar pelos desabrigados”, onde alguém arrematou: “orar somente adiante pouco se Deus não tiver gente para responder essa oração!”. A Bíblia nos ensina algumas coisas em relação ao dinheiro e ás posses:

 

1)- Cuidado com a avareza

1 Coríntios - 6.9   Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, 6.10   nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus.

 

Efésios - 5.5   Sabei, pois, isto: nenhum incontinente, ou impuro, ou avarento, que é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus.

Não tem Mao de vaca no céu! Avareza é uma doença que ataca o estilo de vida da pessoa que passa a ter o desejo de acumulação, sem se importar com os outros. Mesmo podendo fazer o bem, não faz. Por isso é tratado como um pecado porque demonstra um coração contaminado, precisando da obra de Cristo no seu interior. Como qualquer outra doença, a avareza faz a pessoa sofrer, ainda que não perceba. Precisamos ser libertos da avareza.

 

2)- cuidado onde você coloca teu coração

Lucas - 12.33   Vendei os vossos bens e dai esmola; fazei para vós outros bolsas que não desgastem, tesouro inextinguível nos céus, onde não chega o ladrão, nem a traça consome, 12.34   porque, onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.

Não é errado ter dinheiro. Pelo  contrário, ter dinheiro pode ser uma benção. O coração posto em lugar errado leva à morte. João Wesley dizia: “Nas mãos dos filhos de Deus, o dinheiro é alimento para o faminto, bebida para o sedento, vestuário para o nu. Ele oferece ao viajante e ao estrangeiro um lugar para repousar sua cabeça. Com dinheiro poderemos suprir a falta do marido para a viúva e a falta do pai para o órfão. Podemos ser defensores dos oprimidos, dar condições de saúde para os doentes e aliviar os que sofrem dores. O dinheiro poderá ser os olhos para o cego, os pés para o aleijado, um alento a favor dos que estão à beira da morte!”.

 

3)- Encontre o verdadeiro sentido

Romanos 14.17 -  Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.

O ser humano vive atormentado e anda sem rumo quando faz da “farra” seu estilo de vida. Procuram preencher seu vazio de várias formas. Não à toa o futebol deixa as pessoas sem noção do ridículo. Porém é muito saudável quando essas coisas não são o motivo principal da sua paz, mas a comunhão com Deus. Com Copa do mundo ou sem Copa do mundo, a paz que o Espírito Santo dá é um sentimento que não se acaba nem com as situações difíceis. Você deseja ser assim? Jesus Cristo é a solução para isto.

 

CONCLUSÃO

 

O ato de doar nos lembra de que vivemos pela graça de Deus, como os pássaros e as flores. Essas criaturas não se preocupam com o futuro, nem nós deveríamos. Doar oferece-nos uma forma de expressar a nossa confiança de que Deus cuidará de nós, assim como Ele cuida de um pardal e de um lírio (Mateus 6:25-34). Quando abrimos mão do dinheiro, frustramos o seu poder sobre nós.

Pr Fabio Alcantara


Escrito por Pastor Fabio às 10h39
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   



BRASIL, Sul, GUARAPUAVA, SANTA CRUZ, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese


Histórico

OUTROS SITES
    Blog do Pastor Fabio
  Igreja Metodista
  Igreja Metodista Guarapuava


VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog