Estudo para as Células

05/08/2014

VOCE ENCONTRA OS ESTUDOS PARA O MÊS DE AGOSTO LOGO ABAIXO.

TENHAM TODOS UM MÊS ABENÇOADO. OREM PELOS INTEGRANTES DA CÉLULA:


- PELO ENCONTRO COM DEUS EM SETEMBRO

- PARA SEREM EDIFICADOS/AS,

- TENHAM EM VISTA A MULTIPLICAÇAO, PARA A GLÓRIA DE DEUS E TAMBEM O ENCONTRO COM DEUS EM Setembro!

- Não se esqueça de reunir-se com seu/sua líder!


Escrito por Pastor Fabio às 15h58
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 04 de Agosto

 

Primeiro Ladrão da Alegria:

As Circunstâncias

 

Texto Bíblico:

…aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. —Filipenses 4.11

 

Introdução

Boécio viveu na Itália do século seis e serviu à corte real como político altamente qualificado. Infelizmente, caiu em desgraça com o rei. Ele foi acusado de traição e preso. Enquanto aguardava a execução, pediu materiais para escrever, para poder compor suas reflexões. Mais tarde, estas se tornaram um clássico espiritual sobre a consolação.

Quando Boécio estava na prisão, ponderando sobre suas perspectivas sombrias, sua fé em Cristo inspirou-o: “Nada é miserável, exceto o que se pensa ser assim; e por outro lado, toda classe social é feliz se quem nela estiver, se contentar.” Ele compreendeu que é uma escolha pessoal a maneira como vemos as circunstâncias e o contentamento.

 

Desenvolvimento

O apóstolo Paulo reforçou a ideia de que a maneira como vemos as nossas circunstâncias é mais importante do que as próprias circunstâncias. Enquanto ele estava na prisão, também escreveu: “… aprendi a viver contente em toda e qualquer situação” (Filipenses 4.11). Esses dois homens conseguiam se contentar porque a sua satisfação final encontrava-se em Deus, que nunca muda.

 

1)- Tenhamos uma mente integral

Provérbios 23.7 - Porque, como imagina em sua alma, assim ele é; ele te diz: Come e bebe; mas o seu coração não está contigo.

Quando possuímos uma mente integral, olhamos para as circunstancias como se fossem oportunidades concedidas por Deus para o avanço do Evangelho e nos alegramos  no que Ele vai fazer, em vez de nos queixarmos acerca do que Deus não fez! Qual era o segredo dessa alegria? Por outras palavras, o segredo da alegria cristã encontra-se no modo de pensar do crente — nas suas atitudes. Afinal de contas, a perspectiva determina o resultado. Como pensamos, assim somos (Prov. 23:7). A Epístola aos Filipenses é pois um livro de psicologia cristã, com bases sólidas na doutrina bíblica.

 

2)- Concentre-se nas situações que alimentam seu Espírito

Filipenses 4.8   Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

Abismo chama abismo. Nós alimentamos um espírito de alegria quando nos concentramos nas coisas boas e não fixamos as ruins. Paulo não se fixava nas pessoas que lhe trouxeram sofrimento, mas naquelas que O chamavam para tomar um chimarrão. Assim somos também. Não fique alimentando mágoa, mas concentre-se no poder de Deus.

 

3)- Torne Cristo conhecido nas suas crises

Filipenses 1.20-26 - segundo a minha ardente expectativa e esperança de que em nada serei envergonhado; antes, com toda a ousadia, como sempre, também agora, será Cristo engrandecido no meu corpo, quer pela vida, quer pela morte. Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro.

Será que Cristo precisa de ser engrandecido? Afinal de contas, como é que um mero ser humano poderá engrandecer o Filho de Deus? Bem, as estrelas são muito maiores do que o telescópio e, contudo, este torna-as grandes e trazê-las para mais perto. O corpo do crente deve ser um telescópio que traz Jesus Cristo para junto das pessoas. Para o indivíduo em geral, Cristo é uma figura confusa na história e que viveu há séculos. Mas quando um não-salvo observa a maneira como um crente atravessa um período de crise, ele pode ver Jesus engrandecido e trazido para mais perto dele. Para o cristão que possui uma mente simples, Cristo está conosco aqui e agora. Testemunhe a presença de Deus para os outros.

 

 

Conclusão

Você está preso a circunstâncias difíceis? Deus pode lhe dar contentamento. A satisfação duradoura só pode ser encontrada nele, porque em Sua “…presença há plenitude de alegria, [em sua] destra, delícias perpetuamente” (Salmo 16.11). Quando tudo o que você tem é Deus, você tem todo o necessário.

 

Por

Fábio Alcântara


Escrito por Pastor Fabio às 15h57
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 11 de Agosto

 

Segundo Ladrão da Alegria:

As pessoas

 

Texto Bíblico: Tiago 3:1-12

… a língua é fogo; é mundo de iniquidade; […] põe em chamas toda a carreira da existência humana… —v.6

 

Introdução

O fogo grego era uma solução química utilizada nas guerras da antiguidade pelo Império Bizantino contra os seus inimigos. Segundo uma fonte on-line, o fogo foi desenvolvido por volta do ano 672 d.C. E tinha um resultado devastador, especialmente em guerras marítimas porque podia queimar sobre as águas. Que tipo de fogo era este tal fogo grego? A verdadeira composição química permanece um mistério. Era um tipo de armamento militar tão valioso que a fórmula foi mantida em segredo absoluto — e foi perdida nas devastações da história. Hoje, os pesquisadores continuam tentando replicar essa antiga fórmula, mas sem sucesso.

 

Desenvolvimento

Contudo, uma das fontes de destruição catastrófica entre os cristãos não é um mistério. Tiago nos diz que a origem da ruína em nossos relacionamentos é, com frequência, um tipo de fogo muito diferente. Ele escreveu, “… a língua é fogo; é mundo de iniquidade; a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro…” (Tiago 3:6). Essas palavras fortes nos lembram de como a imprudência com as palavras pode causar danos àqueles a nossa volta.

 

Combata esse ladrão da alegria como a Bíblia ensina:

1)- Seja humilde

Filipenses 2.3 - Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo.

O apóstolo Paulo viveu sendo perseguido o tempo todo pelas pessoas, mas ele se protegia tratando os outros superiores a si mesmos. Nossa luta vem quando queremos impor nossa vontade a todo custo. Quando descobrimos que isto é impossível, ficamos frustrados e azedos. Mas quando servimos os outros, temos nossa vida revolucionada, assim como Jesus Cristo fez. Ele não permitiu que os outros dirigissem suas vidas, porque estava servindo ao invés de ser servido.

 

2)- Imite Jesus Cristo

Filipenses 2.5 - Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,

Nossa fé se torna verdadeira quando passamos da teoria para a prática. Homens e mulheres de verdade3, com poder para viver são os que passam para uma fé totalmente prática: como Jesus foi, desejo ser. Nenhuma pessoa poderá tirar nossa alegria quando nos fizerem mal. Nenhuma também poderá tirar nossa alegria quando sofrem, porque nos colocaremos ao lado para socorrer.

O egoísta vive numa toca apertada demais, muito pequena e tão exclusivista que ele só consegue perceber a sua própria importância, descartando por completo o sofrimento alheio ocasionado pelas suas flechadas maldosas, atiradas sem dó, nem piedade. Todavia, não há saúde emocional para aqueles que se trancafiam nos muros altos da raiva amargurada, encastelando-se no rancor invisível a olho nu, que nunca desculpa as ofensas. Precisamos tirar a roupa de vitima e passar a sermos servos. A verdadeira vítima não é o agredido, mas o agressor. Ou passamos o resto da vida nos queixando das pessoas ou passamos a olhar as pessoas como dignas de paixão e misericórdia.

 

3)- Perdoe sempre

Efésios 4.32 - Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou.

O ódio escraviza. O perdão liberta. O ódio conduz ao tronco, mas o perdão ao trono. Há muita gente que se encontra refém dos sentimentos escravizadores do ódio, vivendo uma existência subalterna nos bastidores. Os ressentimentos evidenciam a presença insuportável de uma mágoa odienta no coração humano. Todo aquele que não perdoa os seus ofensores torna-se escravo amargurado do seu inimigo mais cruel, o seu ego cheio de direitos. Ninguém vive mais aprisionado do que aquele que apela para o sentimento de vingança. Perdoe e seja livre.

 

Conclusão

Em vez de criar um tipo de “fogo grego” verbal que pode destruir relacionamentos, famílias e igrejas, entreguemos nossas línguas ao controle do Espírito Santo e permitamos que nossas palavras glorifiquem ao Senhor. Para frear a sua língua, dê a Deus o controle de seu coração.

 

Por Fábio Alcântara


Escrito por Pastor Fabio às 15h57
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 18 de Agosto

 

Terceiro Ladrão da Alegria:

As Coisas

 

Texto bíblico: Filipenses 3

Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo. (8).

 

Quebra-gelo: Você sabe o que é disposofobia? Você acumula coisas?

 

Introdução

O papel do chiclete que seu namorado te deu no dia em que resolveram começar um relacionamento. O ingresso do primeiro filme que seu filho assistiu com você no cinema. Um botão de rosa que fazia parte do seu buquê da noiva. A sua primeira chave de fenda. Um pedaço de árvore que havia antes da sua casa ser construída. Para cada pessoa, um objeto vai ter valor sentimental único. Mas o que é lembrança e o que é apego?

Um estudo mostra que seres humanos têm a necessidade de se sentirem seguros, e a sensação de segurança pode vir tanto de bens materiais quanto de relacionamentos estáveis. Se as pessoas não se sentem amadas e aceitas pelos outros, dizem os cientistas, a importância das coisas aumenta. A estudiosa afirma: "Nós conduzimos duas pesquisas e o resultado básico encontrado nas duas é que, se você faz com que as pessoas se sintam seguras nas relações interpessoais, elas atribuem um valor menor a suas posses”, afirma Margaret Clark, autora do estudo e professora de Psicologia na Universidade de Yale. 

 

Desenvolvimento

O apóstolo Paulo sabia que as coisas eram prejudiciais à sua vida de fé. Preferiu perdê-las para ganhar. Mas ele ganhou muito mais do que perdeu. Os lucros eram tão emocionantes que Paulo considerou que todas as outras coisas não passavam de lixo quando comparadas com o que vem da fé.

 

1)- Ele abandonou tudo por causa de Cristo

Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo. (Filipenses 3.8).

Não admira que sentisse alegria, pois sua vida não dependia de coisas baratas deste mundo, mas dos valores eternos encontrados em Cristo. Paulo tinha uma mente espiritual e olhava para as coisas da terra do ponto de vista do céu. As pessoas que vivem para as coisas nunca são realmente felizes, porque têm que proteger constantemente os seus tesouros e vivem preocupadas, com medo de que eles se desvalorizem. Não acontece isso co m o crente que possui uma mente espiritual. Os seus tesouros em Cristo jamais poderão ser roubados e nunca desvalorizam.

 

2)- Ele não mais confiava em si mesmo

Filipenses 3.7 - Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo.

Paulo era um “puro sangue”. Bem nascido, bem criado, bem estudado e tinha um ótimo emprego. Mas ele descobriu que tudo Esso não satisfaria sua vida. Quando encontrou Jesus Cristo sua vida mudou. O importante é ser e não ter. Hoje as pessoas são mercadorias. Já criamos as crianças para o mercado de trabalho. Mas não podemos nos esquecer que para Jesus o importante são relacionamentos. Ele não tem nenhum compromisso com este mundo perdido. Muitos se agarram no seu status, ou quem é e o que têm para se afirmar. Mas esses são igualmente infelizes.

 

3)- Coisas tiram a alegria

Lucas 12.20-21 - Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus.

Não estamos pregando voto de pobreza ou de indolência. Você pode ter todas as coisas que sonhar, mas que essas coisas não possuam você, porque quando elas se forem, sua alma definhará! Conforme a Bíblia diz, o que importa é ser rico para com Deus. Quem coloca seu coração nas coisas é louco, pois nossa vida passa ligeiro. Mas quem tem Deus tem tudo! Basta orar! Foi assim com Jesus e foi isso que ele nos ensina. Experimente essa libertação lendo a Bíblia.

 

4)- Nossa pátria está nos céus

Filipenses 3.20 - Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo,

Alguém sabiamente disse: Não é tolo nenhum aquele que dá o que não pode conservar, para ganhar aquilo que não pode perder”! Paulo não era infeliz por causa das coisas porque sabia que sua verdadeira morada é onde está Jesus Cristo! O cristão é passageiro nesta terra. Quando vivemos nessa perspectiva, nada pode nos tornar infelizes. Você tem essa certeza? Se não tem, é hora de você entregar-se a Jesus e ter uma nova vida. Experimente essa libertação!

 

Conclusão

“Felicidade e paz são coisas que encontramos em nosso interior. Quem não entende isso está procurando estas sensações e nunca vai encontrá-las. Pessoas que estejam vulneráveis possuem mais dificuldade em encontrar um estado interno de felicidade”. O desapego é um ensinamento bíblico de extrema importância. Feche a porta para esse ladrão da sua alegria.

 

Por Fábio Alcântara


Escrito por Pastor Fabio às 15h56
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 25 de Agosto

 Quarto Ladrão da Alegria:

A Ansiedade

 

Texto bíblico: Filipenses 4

Filipenses 4.6-7 - Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.

 

Quebra-gelo: Quais coisas te deixam mais ansioso/a?

 

Introdução

Você já sentiu aquele friozinho na barriga quando algo importante estava prestes a acontecer? Ou então sentiu o coração bater mais forte quando se aproximou de alguém especial? Esses são sintomas da ansiedade, um dos transtornos emocionais   mais comuns atualmente. Ela pode ser apenas momentânea, mas, dependendo do grau, pode prejudicar as relações pessoais e até causar doenças.

Passar por momentos de ansiedade é normal, afinal essa é uma forma de o corpo reagir a situações que ele considera ameaçadoras. O problema é quando essa preocupação torna-se crônica, gera preocupação excessiva e prejudica as relações sociais, afetivas e profissionais. Ela pode, por exemplo, se desenvolver e tornar-se um transtorno de pânico, ou uma ansiedade generalizada.

 

Desenvolvimento

Para o cristão, a porta que fecha o ladrão da paz é a confiança em Jesus Cristo. Do ponto de vista espiritual, a preocupação é um pensamento e sentimento errados a respeito das circunstâncias, das pessoas e das coisas. A preocupação é o maior ladrão da alegria. No entanto não basta dizermos a nós mesmos para não se preocupar, porque isto não apanhará o ladrão. O antídoto contra a preocupação é uma mente segura na Palavra de Deus e na autêntica vida de fé. A bíblia nos ensina:

1)- Orar corretamente

Filipenses 4.6-7 - Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.

Sempre que nos sentirmos preocupados, a nossa primeira ação deve ser ficar a sós com Deus e adorá-lo. E reconhecer que ele é suficientemente grande para resolver os nossos problemas. Muitas vezes só nos aproximamos dele para apresentar problemas. Mas fique um pouco com ele em adoração.

Segundo a Bíblia, depois disso partilhe com Jesus Cristo suas necessidades. Das mais simples às mais complicadas. Conta de luz? Prestações? Dinheiro curto? Doenças? Apresente-as a Ele. Ele quer te ouvir. E em terceiro, gratidão. Certamente o Pai gosta de ouvir seus filhos e filhas dizerem: obrigado! Agradeça a Ele pelos milagres que ele irá operar na tua vida. Se as circunstâncias não mudarem, você mudará!

 

2)- Pense Corretamente

Filipenses 4.8 - Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

Já compartilhamos sobre isto, mas você tem praticado para ter uma mente sarada?  Há muitos anos atrás o Dr. Walter Cavert referiu-se a uma pesquisa sobre a preocupação e descobriu que só oito por cento das coisas com que as pessoas se preocupavam constituíam motivos legítimos de preocupação. Os outros 92 por cento ou eram imaginários, nunca tinham acontecido ou envolviam assuntos que de qualquer maneira estavam fora de controle das pessoas.

Paz envolve o coração e a mente. Pensamento errado produz sentimentos errados e não demora muito que o coração e a mente sejam rasgados e nos sintamos estrangulados pela preocupação. Temos que reconhecer que os pensamentos são reais e poderosos, pesados ou medidos. Warren Wiersbe afirma: Semeia um pensamento, colherás uma ação. Semeia uma ação, colherás um habito. Semeia um hábito, colherás um caráter. Semeia um caráter, colherás um destino! George Muller afirmava: O começo da ansiedade é o fim da fé. O que perdeu a fé semeou sem parar a preocupação.

 

3)- Viva corretamente

Filipenses 4.9 - O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco.

Viver corretamente é uma condição para necessária para se experimentar a paz de Deus e fechar a porta para esse Ladrão da nossa paz. Não basta termos fatos na cabeça. É preciso ter também as verdades em prática. No ministério de Paulo, ele não só ensinava a Palavra, mas também praticava, de maneira que seus ouvintes podiam ver a verdade na sua vida. Temos que aprender a palavra, ouvi-la e praticar. Alguém disse que a depressão é excesso de passado em nossas mentes. Ansiedade excesso de futuro. O momento presente é a chave para a cura de todos os males mentais. Então pratique a presença de Deus, no particular, na célula e naquilo que a igreja proporciona para fortalecer a tua fé.

 

Conclusão

Sêneca, dizia: Nada é tão lamentável e nocivo como antecipar desgraças. Ansiedade é sangrar pela ferida que ainda nem foi feita. Feche a porta da ansiedade entregando-se completamente a Jesus Cristo. Aprenda com ele: basta cada dia suas próprias preocupações, e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus (versículo 7)

 Por Fábio Alcântara


Escrito por Pastor Fabio às 15h56
[] [envie esta mensagem] []


15/07/2014

Julho

VOCE ENCONTRA OS ESTUDOS PARA O MÊS DE JULHO LOGO ABAIXO.

TENHAM TODOS UM MÊS ABENÇOADO. OREM PELOS INTEGRANTES DA CÉLULA:


- PARA SEREM FRUTIFEROS,

- PARA SEREM EDIFICADOS/AS,

- TENHAM EM VISTA A MULTIPLICAÇAO, PARA A GLÓRIA DE DEUS E TAMBEM O ENCONTRO COM DEUS EM Setembro!

- Não se esqueça de reunir-se com seu/sua líder!


Escrito por Pastor Fabio às 10h40
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 07 de Julho 

A bênção de doar

 

Texto Bíblico: Marcos 12.38-44 Porque todos eles ofertaram do que lhes sobrava; ela, porém, da sua pobreza deu tudo quanto possuía, todo o seu sustento. (44)

 

Quebra-gelo: Você tem o hábito de ajudar os outros?

 

Introdução

Gordon Cosby era pastor de uma igreja nos EUA. Ele conta a história de uma viúva cujo rendimento mal dava para alimentar e vestir seus seis filhos. No entanto, toda semana ela fielmente depositava uma pequena quantia no gazofilácio. Um diácono sugeriu que o pastor dissesse à mulher que usasse seu dinheiro em benefício de sua própria família.

Cosby aceitou esse conselho do diácono, para o próprio arrependimento. “Você está tentando tirar a última coisa que me dá dignidade e sentido”, disse a viúva. Ela tinha aprendido a essência de doar: pode ser mais benéfico para quem dá do que para quem recebe. Sim, aqueles em situação de pobreza precisam de ajuda financeira. Mas a necessidade de dar pode ser tão importante quanto a necessidade de receber.

 

Desenvolvimento

Na enchente que acometeu Guarapuava nesses dias, vimos grande demonstração de solidariedade. Isto certamente vem de vidas dedicadas ao Senhor.  Alguém disse: “vamos orar pelos desabrigados”, onde alguém arrematou: “orar somente adiante pouco se Deus não tiver gente para responder essa oração!”. A Bíblia nos ensina algumas coisas em relação ao dinheiro e ás posses:

 

1)- Cuidado com a avareza

1 Coríntios - 6.9   Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, 6.10   nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus.

 

Efésios - 5.5   Sabei, pois, isto: nenhum incontinente, ou impuro, ou avarento, que é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus.

Não tem Mao de vaca no céu! Avareza é uma doença que ataca o estilo de vida da pessoa que passa a ter o desejo de acumulação, sem se importar com os outros. Mesmo podendo fazer o bem, não faz. Por isso é tratado como um pecado porque demonstra um coração contaminado, precisando da obra de Cristo no seu interior. Como qualquer outra doença, a avareza faz a pessoa sofrer, ainda que não perceba. Precisamos ser libertos da avareza.

 

2)- cuidado onde você coloca teu coração

Lucas - 12.33   Vendei os vossos bens e dai esmola; fazei para vós outros bolsas que não desgastem, tesouro inextinguível nos céus, onde não chega o ladrão, nem a traça consome, 12.34   porque, onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.

Não é errado ter dinheiro. Pelo  contrário, ter dinheiro pode ser uma benção. O coração posto em lugar errado leva à morte. João Wesley dizia: “Nas mãos dos filhos de Deus, o dinheiro é alimento para o faminto, bebida para o sedento, vestuário para o nu. Ele oferece ao viajante e ao estrangeiro um lugar para repousar sua cabeça. Com dinheiro poderemos suprir a falta do marido para a viúva e a falta do pai para o órfão. Podemos ser defensores dos oprimidos, dar condições de saúde para os doentes e aliviar os que sofrem dores. O dinheiro poderá ser os olhos para o cego, os pés para o aleijado, um alento a favor dos que estão à beira da morte!”.

 

3)- Encontre o verdadeiro sentido

Romanos 14.17 -  Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.

O ser humano vive atormentado e anda sem rumo quando faz da “farra” seu estilo de vida. Procuram preencher seu vazio de várias formas. Não à toa o futebol deixa as pessoas sem noção do ridículo. Porém é muito saudável quando essas coisas não são o motivo principal da sua paz, mas a comunhão com Deus. Com Copa do mundo ou sem Copa do mundo, a paz que o Espírito Santo dá é um sentimento que não se acaba nem com as situações difíceis. Você deseja ser assim? Jesus Cristo é a solução para isto.

 

CONCLUSÃO

 

O ato de doar nos lembra de que vivemos pela graça de Deus, como os pássaros e as flores. Essas criaturas não se preocupam com o futuro, nem nós deveríamos. Doar oferece-nos uma forma de expressar a nossa confiança de que Deus cuidará de nós, assim como Ele cuida de um pardal e de um lírio (Mateus 6:25-34). Quando abrimos mão do dinheiro, frustramos o seu poder sobre nós.

Pr Fabio Alcantara


Escrito por Pastor Fabio às 10h39
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 14 de Julho

 

Coração Enganoso

 

 

Texto Bíblico: 1 João 3.16-24

…pois, se o nosso coração nos acusar, certamente, Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as coisas. —1 João 3.20

 

Introdução

Recentemente, li sobre um investigador particular nos Estados Unidos que batia numa porta, mostrava seu distintivo para quem a abrisse e dizia: “Acredito que não precisamos dizer a você porque estamos aqui.” Muitas vezes a pessoa ficava perplexa e dizia: “Como você descobriu?” E então descrevia um ato criminoso não descoberto, cometido há muito tempo. Todos nós sabemos coisas sobre nós mesmos que ninguém mais sabe — falhas, defeitos, pecados — que apesar de terem sido confessados a Deus e perdoados por Ele podem voltar para nos acusar vez após vez.

 

Desenvolvimento

João, um dos seguidores muito próximo de Jesus, escreveu sobre o amor de Deus por nós e sobre o chamado, dizendo: “E nisto conheceremos que somos da verdade, bem como, perante ele, tranquilizaremos o nosso coração; pois, se o nosso coração nos acusar, certamente, Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as coisas”

 

1)- O evangelho nos liberta da culpa

1 João 3.19-21- E nisto conheceremos que somos da verdade, bem como, perante ele, tranquilizaremos o nosso coração;  pois, se o nosso coração nos acusar, certamente, Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as coisas.  Amados, se o coração não nos acusar, temos confiança diante de Deus;

Quando você entrega sua vida a Jesus, ele te recebe com muito entusiasmo. Seu prazer é apagar todos os seus pecados te perdoando para sempre através do Seu sacrifício na Cruz. É necessário que você creia e tome posse dessa verdade, rejeitando toda acusação que receber depois disso.

Muitas vezes nos vemos perdidos em pensamentos e sentimentos de que está tudo de volta a nos acusar das falhas do passado. Rejeite isso, pois assim você estará agradando a Deus. Desta forma Jesus Cristo poderá completar a obra que ele começou na tua vida. Tudo estará no passado e esse perdão te dará forças para construir um novo futuro pela frente.

 

2)- É necessário crer em Cristo

1 João 3.23 - Ora, o seu mandamento é este: que creiamos em o nome de seu Filho, Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o mandamento que nos ordenou.

Em quem você acredita mais: em você mesmo ou em Jesus Cristo? Quando você tira os olhos de Jesus, você afunda como fez Pedro ao andar sobre o mar. Somos fracos e impotentes para fazer qualquer coisa em relação a Deus, nosso Pai. Mas quando você deixa de pensar em si mesmo e olha para Jesus, então o que Ele afirmou na Bíblia é mais importante e verdade. Se você entregar e crer em Cristo, suas falhas e temores não mais te dirigirão, mas a fé nEle.  Isto é fé: o que a Bíblia afirma é a verdade, e o que eu sinto não é. Se Jesus Cristo diz que fui perdoado então mesmo que acusações de todo tipo venham sobre nós, vamos ficar com a Bíblia. Lembre-se: você não pode fazer nada. Cristo pode e já fez. Basta entregar-se completamente a Ele.

 

3)- Guarde os Seus mandamentos

1 João3.24 - E aquele que guarda os seus mandamentos permanece em Deus, e Deus, nele. E nisto conhecemos que ele permanece em nós, pelo Espírito que nos deu.

Da mesma forma que cremos que Ele nos proporcionou uma nova vida pela sua Palavra, seremos imensamente mais abençoados se permanecermos nessa fé com o mesmo entusiasmo, obedecendo seus mandamentos que conhecemos através da Bíblia. E quais são esses mandamentos? Você deve ler os evangelhos para conhecê-los. Mas já adiantamos que quem realmente é de Jesus tem uma vida honesta e com pureza de coração, jamais querendo prejudicar seu próximo ou corromper quem quer que seja. Lembre-se: quem é de Cristo tem sua vida transformada de verdade.

 

Conclusão

A nossa confiança em Deus cresce a partir do Seu amor e perdão em Cristo, não do nosso desempenho na vida. “…E nisto conhecemos que ele permanece em nós, pelo Espírito que nos deu” (v.24). Deus, que sabe tudo sobre nós, é maior do que a nossa autocondenação. Aquele que recebe Cristo nunca receberá a condenação de Deus.

 

 

Líder de Célula: o que você deve deixar claro: é mais importante considerar o perdão e o amor de Deus do que a culpa pelo passado.


Pr FAbioAlcantara


Escrito por Pastor Fabio às 10h38
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 21 de Julho

 

Paz e Descanso Perfeito

 

 

 

Texto Bíblico

Salmo 71:19-24 - Tu, que me tens feito ver muitas angústias e males, me restaurarás ainda a vida… —Salmo 71:20

 

Quebra-Gelo:

“Não há mal que dure para sempre; nem bem que não se acabe”! Você já ouviu este provérbio?

Aquele que confia no Senhor não se importa com nenhum dos dois.

 

Introdução:

O salmista tinha visto “…muitas angústias e males…” (Salmo 71:20). Porém, pairado em sua mente estava o pensamento de que Deus o “restauraria” novamente. O sentido literal desta frase é “trazê-lo à vida novamente”. Ele elaborou assim: “…de novo me tirarás dos abismos da terra [do túmulo]. Aumenta a minha grandeza e conforta-me novamente” (Salmo 71:20-21). Se os problemas não terminassem nesta terra, certamente terminariam no céu.

 

Desenvolvimento

Este pensamento — que um dia estaremos na presença de Deus e desfrutaremos dele para sempre — coroa muitos salmos e nos dá a certeza de que os problemas atuais da vida desaparecerão (Salmos 16; 17; 49; 73).

Talvez somente Deus conheça os problemas pelos quais você tem passado, mas isso não é tudo o que irá acontecer. Um dia seu Pai “aumentará (sua) grandeza” — você será vestido de glória incomparável. Haverá conforto “por todos os lados”. Sua presença e Seu amor trarão perfeita paz e descanso.

 

Enquanto isto, neste mundo, a Bíblia ensina que:

 

1)- Nosso Pai não permitirá que sejamos tentados acima das nossas forças

1 Coríntios 10.13- Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.

Muitas pessoas afirmam que jamais conseguiriam passar novamente por um sofrimento que já enfrentaram. Mas o fato é que quando precisamos passar por momentos difíceis, Jesus Cristo sempre nos fortalecerá para que possamos suportar. Deus não permite que passemos por situações além das nossas forças. Basta estar em comunhão com Ele, orando sempre que tudo se transformará num grande testemunho de fé. Deus deseja fazer isto contigo. Ouse crer e ser fiel a Ele.

 

 

Enquanto isto, neste mundo, a Bíblia ensina que:

2) Jesus não nos deixou sozinhos

João 14.18   Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros.

Hebreus 13.5   Seja a vossa vida sem avareza. Contentai-vos com as coisas que tendes; porque ele tem dito: De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei.

 

Muitas vezes parece que estamos sozinhos. As pessoas com suas correrias do dia-a-dia; os compromissos profissionais sem fim; a falta de tempo e o sentimento que estamos correndo contra o tempo. Mas a Bíblia diz que não estamos sozinhos.

Para isto, você deve ter um relacionamento com Jesus. Justamente quando se sentir sozinho/a, vá para o lugar de oração e de comunhão com a bíblia e desfrute da presença eterna do Senhor. Sua promessa e a testificação da nossa fé de que Ele jamais nos deixará sozinhos vão nos encher de confiança e coragem.

 

 

Enquanto isto, neste mundo, a Bíblia ensina que:

3) Devemos viver com alegria e confiança

Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos. Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor. Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus. Filipenses 4.4-7

 

A Bíblia diz que o Senhor está perto. Isto significa que não precisamos temer nada, pois a presença constante do Senhor está sempre conosco.  Ele não nos deixará passar por tribulações sem nos socorrer no momento oportuno. Por isso precisamos viver com alegria e sem ansiedade, mas contanto tudo a Ele sobre nossas necessidades e problemas. Ele não nos deixou sozinhos.

 

Conclusão

 

Richard Baxter escreve: “Oh que dia abençoado será, quando eu estiver […] em pé às margens e olhar para trás, para os mares agitados pelos quais passei seguramente; quando eu voltar a ver as minhas dores e sofrimentos, meus medos e tristezas, e possuir a glória que era a razão de tudo”! Quando Deus enxuga nossas lágrimas, a tristeza cede o lugar a um cântico eterno.


Pr Fabio Alcantara


Escrito por Pastor Fabio às 10h38
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 28 de Julho

 

Caminho Difícil?

 

 

Texto Bíblico: 2 Coríntios 12:1-10

…o poder se aperfeiçoa na fraqueza… —2 Coríntios 12.9

 

 

Introdução

Os diamantes são pedras preciosas belas e valiosas, mas o seu início é carvão comum — preto, sujo e combustível. Através de anos de intenso calor e pressão alta, eles se tornam puros e fortes. Isto os torna uma boa metáfora para a força espiritual, Deus usa forças externas intensas para nos livrar das impurezas e para aperfeiçoar a Sua força em nós.

 

Desenvolvimento

Alguns de nós somos capazes de criar uma ilusão de força e autossuficiência. Mas a perda repentina de saúde, emprego ou um relacionamento valioso é um lembrete surpreendente de nossa total dependência de Deus. Quando experimentamos a fornalha ardente do sofrimento, seja este físico ou emocional, perseguição externa ou humilhação interior — o propósito amoroso de Deus é nos tornar puros e fortes. Por isso a bíblia ensina-nos:

 

1)- A não temer o sofrimento

Isaías 41.10 e 13 - não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel. Porque eu, o SENHOR, teu Deus, te tomo pela tua mão direita e te digo: Não temas, que eu te ajudo.

Essas palavras foram destinadas ao Rei Ezequias que era constantemente atacado pela Assíria, um país inimigo. Mas Deus estava sempre com esse Rei que era muito obediente ao seu Deus. Sua amizade com Ele o fortalecia. Os sofrimentos são inevitáveis. Mas não precisamos ficar paralisados por causa das coisas que poderão nos sobrevir, pois temos a promessa da presença constante do Senhor nosso Deus. Você é liberto por essa firme convicção?

 

 

 

2)- Precisamos testar nosso caráter

Provérbios 24.10 -  Se te mostras fraco no dia da angústia, a tua força é pequena.

Gosto de um autor que diz que para sermos relevantes, precisamos ser “solucionadores de problemas. Realmente como diz a Biblia em provérbios, são nas horas de crises que mostramos nossa força e sabedoria acumulada através dos dias. Como tem sido você? Fraco ou forte no Senhor? Tem se mostrado confiante nas horas de crises? Se não, saiba que Jesus Cristo sempre está com aqueles que invocam seu Nome em orações e andam com ele. Ele recompensa com força e sabedoria aqueles que O buscam. Assim como fazemos com od diamantes, Ele deseja nos transformar e nos tornar valiosos.

 

3)- Torne Cristo conhecido nas suas crises

Filipenses 1.20 - segundo a minha ardente expectativa e esperança de que em nada serei envergonhado; antes, com toda a ousadia, como sempre, também agora, será Cristo engrandecido no meu corpo, quer pela vida, quer pela morte.

Por causa da crise de Paulo, Cristo era engrandecido! Será que Cristo precisa de ser engrandecido? Afinal de contas, como é que um mero ser humano poderá engrandecer o Filho de Deus? Bem, as estrelas são muito maiores do que o telescópio e, contudo, este as torna grandes e as traz para mais perto. O corpo do crente deve ser um telescópio que traz Jesus Cristo para junto das pessoas. Para o indivíduo em geral, Cristo é uma figura confusa na história e que viveu há séculos. Mas quando um alguém observa a maneira como um crente atravessa um período de crise, ele pode ver Jesus engrandecido e trazido para mais perto dele. Você tem uma grande oportunidade de falar de Jesus Cristo para seus amigos que não conhecem Jesus. Faça isto esta semana!

 

Conclusão

O sofrimento é o fogo que Deus usa para nos purificar e fortalecer. Fique firme e não deixe que nada abale tua vida de fé.  São nas crises que precisamos orar e ir à célula e na Igreja para orar junto com os outros. Jesus Cristo quer te abençoar. Creia e aproveite essa oportunidade!

 

 

 

 

 

Pr. Fábio Alcântara 


Escrito por Pastor Fabio às 10h37
[] [envie esta mensagem] []


31/05/2014

VOCE ENCONTRA OS ESTUDOS PARA O MÊS DE JUNHO LOGO ABAIXO.

TENHAM TODOS UM MÊS ABENÇOADO. OREM PELOS INTEGRANTES DA CÉLULA:


- PARA SEREM FRUTIFEROS,

- PARA SEREM EDIFICADOS/AS,

- TENHAM EM VISTA A MULTIPLICAÇAO, PARA A GLÓRIA DE DEUS E TAMBEM O ENCONTRO COM DEUS EM Setembro!

- Não se esqueça de reunir-se com seu/sua líder!


Escrito por Pastor Fabio às 21h03
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 02 de Junho

 

Problemas na Família?

 

Texto Bíblico:

Salmos 127.1 - Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.

 

Quebra-Gelo: Cite uma família que você considere perfeita.

 

Introdução

2 Filhos de Francisco. Não tem quem não tenha visto o filme inspirador dos cantores Zezé de Camargo e Luciano. Nos inspiramos com a unidade da família que trabalhou muito, passou muitas necessidades e privações. Perseveraram, venderam fichas telefônicas para promover as musicas através de pedidos nas rádios e ficaram milionários. Mas o que acontece quando Deus está fora disso? A revista Veja (15/05/14) traz a entrevista da Zilu, ex-mulher do Zezé, explicando sua separação e contando as traições do marido. Ruiu a família. Você pode construir sua família sem Deus. Mas observe os capítulos atuais do filme!

 

Desenvolvimento

A bíblia mostra que quando Deus está no centro da família, há recursos para que suas estruturas não sejam abaladas. Vejamos a família de Jesus, que não era perfeita, mas havia esperança.

1)- A família de ninguém é perfeita

Marcos 6.3 - Não é este o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago, José, Judas e Simão? E não vivem aqui entre nós suas irmãs? E escandalizavam-se nele.

Você tem um parente que perturbe sua vida?

Família não é como vizinhos, pois se fosse você simplesmente mudaria de casa e pronto! Também não é como um empregado que possa ser despedido. Jesus tinha uma família problemática. Eles se escandalizavam dele e se envergonhavam da sua pregação. Mas Deus estava presente, porque Deus estava no centro da vida de Cristo. Por isso havia esperança. Se você permanecer na presença de Deus, ele te sustentará apesar das crises que esteja passando. Não existe família perfeita, existe aquelas que deixam Deus edificar a casa.

 

 

2)- A família espiritual suprirá tua vida aqui

Mateus 3.17 - E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.

Não sabemos se José foi positivo com relação a seu Filho e ao seu ministério, mas sabemos que Deus foi. Não posso assegurar que sua família sempre lhe dará as bênçãos que tanto busca, mas seu que isso Deus fará.  Deixe que Deus dê a você aquilo que sua família não lhe dá. Se seu pai terrestre não apoiar você, então deixe que o Pai celestial assuma seu lugar. Como fazer isto?

 

Aceitando emocionalmente Deus como seu Pai. Você sabe que uma coisa é recebê-lo como Senhor e outra é reconhecê-lo como seu Salvador. Mas é um assunto diferente aceitá-lo como Pai: é aquela figura presente em sua vida que provê e protege. É exatamente isso o que Deus tem feito. 


Escrito por Pastor Fabio às 21h01
[] [envie esta mensagem] []



continua

3)- Deus honrará tua fé

Atos dos Apóstolos 1.14 - Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele.

O que aconteceu à família de Jesus Cristo? No final, Jesus reuniu novamente todos os seus irmãos e sua mãe e se tornaram unidos na mesma fé. Que mudança: aqueles que zombaram dele agora o adoram! Ele não tentou controlar o comportamento dos seus familiares nem deixou que o deles controlassem o seu. Ele não exigiu que seus parentes concordassem com ele. Não ficou amuado quando eles o insultaram. Não tentou fazer com que sua missão fosse agradá-los. Ele não ficou querendo que sua família fosse perfeita. Mas viveu sabendo que Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam.

 

Conclusão

Ter a aprovação da sua família é uma coisa bastante desejável, porem não é necessário para a felicidade e nem sempre possível. Jesus Cristo não deixou que sua complicada família obscurecesse seu caminho. Por ele não ter permitido que isso acontecesse, este capítulo tem um final feliz.

Creia na promessa de Deus para você e sua família. Não desanime. Deus ainda transforma famílias! Mas você está fazendo a parte que lhe cabe, indo às reuniões da igreja, orando, levando os filhos para aprenderem a Bíblia?

 

 

Pr. Fábio Alcântara 


Escrito por Pastor Fabio às 21h01
[] [envie esta mensagem] []



Estudo para Célula

Semana de 09 de Junho

 

Família e Finanças

 

Texto Bíblico:

Salmo 127.2   Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem.

 

Quebra-Gelo: Você conhece alguma família com problemas financeiros?

 

Introdução

Uma crise financeira pessoal é um sério problema para qualquer pessoa. Depressão, ansiedade, baixa autoestima, enfraquecimento da saúde são alguns dos efeitos de uma crise financeira pessoal. O quadro fica agravado porque a pessoa se defronta com uma situação onde precisa dar o máximo de si para resolver o problema justamente no momento em que seu estado psicológico está debilitado. Também nesse momento a pessoa frequentemente precisa tomar decisões difíceis e fazer sacrifícios dolorosos que podem acarretar mudanças importantes em sua vida.

 

Desenvolvimento

Os cristãos também passam por problemas financeiros. Mas a maioria não fala sobre eles. É como um pecado escondido ou um vício. O que acontece é que estoura a crise mesmo é dentro de casa. Então veja as orientações que Deus tem para nós:

 

1)- É preciso confiar que Deus nos protege e sustenta

Deuteronômio 8.17-18 - Não digas, pois, no teu coração: A minha força e o poder do meu braço me adquiriram estas riquezas. Antes, te lembrarás do SENHOR, teu Deus, porque é ele o que te dá força para adquirires riquezas; para confirmar a sua aliança, que, sob juramento, prometeu a teus pais, como hoje se vê.

Deus é a fonte da nossa força para o trabalho. Não pense que você é autossuficiente para produzir seu sustento, porque sem a matéria prima, que é a vida, você nada teria. Você deve honrar ao seu Pai que está no céu que te capacita a ser e ter o que é. Por isso, para sair da crise, creia que Ele é o que te protege e sustenta. Seja agradecido. Agarre-se a ele e você será honrado pela fé.

 

2)- Livre-se da preocupação doentia

Mateus 6.31-33 - Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos?  Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

 

Crer nas promessas do Senhor nos faz ativos e habilitados para desfrutar do sustento que Ele promove. Isto não significa que não precisaremos trabalhar. Pelo contrário, a Bíblia diz que quem não trabalha, também não deveria comer (2 Tessalonicenses 3.10; Provérbios 6.6-11). Mas as crises financeiras vêm da ansiedade que não nos deixa crer no sustento ao tempo certo. A impaciência e a falta de fé fazem as pessoas serem precipitadas. A Bíblia diz que somos filhos e não gentios e que nosso Pai sabe de tudo o que precisamos e não deseja que vivamos como escravos do sistema mundano (sem Deus), mas que vivamos com liberdade para orar e sermos supridos no momento oportuno. 


Escrito por Pastor Fabio às 21h00
[] [envie esta mensagem] []



continua

3)- Tome atitudes positivas

Lucas 14.28-31 - Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir? Ou qual é o rei que, indo para combater outro rei, não se assenta primeiro para calcular se com dez mil homens poderá enfrentar o que vem contra ele com vinte mil?

Podemos observar duas coisas que minam as finanças de uma família: compras por impulso ansioso e relação de despesas mal feitas (quando feitas!). A observação de um princípio simples pode dar bons resultados: os dissabores das compras feitas por impulso costumam ser bem mais fortes e duradouros do que a satisfação por elas proporcionadas. Muitas pessoas se deparam com o fato de  que as despesas projetadas são sempre superadas. Isto acontece, geralmente, porque o orçamento de despesas foi elaborado de modo incompleto. Convém lembrar um princípio  básico: sem planejamento cuidadoso, nossos gastos serão sempre maiores do que imaginamos.

Portanto, seja atento com as finanças. Faça sacrifícios de estancar as compras desnecessárias, pois em algum tempo eles compensarão. E se você está em situação difícil, busque conversar e orar com algum irmão/ã, não tendo vergonha e ore pedindo forças necessárias para vencer. Deus deseja que você seja uma bênção.

E como uma atitude positiva, seja um dizimista fiel, pois desta forma Deus repreenderá o devorador da tua vida (Malaquias 3.10-11). Devolver o dízimo não significa que seus problemas se resolverão, mas esta é uma declaração de fé posta em prática de que o Reino de Deus está em primeiro lugar na tua vida, e isto provoca honra da parte Dele.

 

Conclusão

Creia na possibilidade da vitória, que Jesus Cristo te levará a ela. Não desanime, pois Deus deseja edificar a tua casa e logo você estará testemunhando do milagre de orar pela tua casa e passará de devedor a investidor no reino de Jesus Cristo.

 

 

Pr. Fábio Alcântara

 

 


Escrito por Pastor Fabio às 20h59
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   



BRASIL, Sul, GUARAPUAVA, SANTA CRUZ, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese


Histórico

OUTROS SITES
    Blog do Pastor Fabio
  Igreja Metodista
  Igreja Metodista Guarapuava


VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog